COMO VENDER SEU CARRO USADO

Publicado em: Carros
data 17.12.2013

Esta é uma boa época para vender o seu carro usado, pois como a alíquota do IPI está no índice normal os veículos novos estão mais caros, o que acabou valorizando consideravelmente o preço dos usados que estavam em baixa.

COMO VENDER SEU CARRO USADO

A principal estratégia de quem quer vender o seu carro é colocar um anúncio nos classificados online, contudo para que o telefone comece a tomar é necessário seguir algumas estratégias importantes e que iremos detalhar a partir de agora.

1 – Capriche nas fotos

Como diz o ditado: “uma imagem vale mais do que mil palavras” e, portanto, quanto mais fotos você puder colocar no anúncio melhor, assim como se for possível colocar vídeos não hesite em nenhum momento.

Segundo os especialistas as fotos externas devem ser tiradas tanto da parte frontal, traseira e lateral do veículo e com a iluminação correta. Além disso, é importante capturar fotos internas do carro e com todos os acessórios e painel ligados devendo aparecer à quilometragem do carro.

É importante, também, tirar fotos do motor, pois é aí que reside o maior valor do carro e muita gente erra por não lembrar disso – se possível, capture a imagem com o motor limpo.

2 – Descrição detalhada

As fazer o anúncio escreva em detalhes todos os dados importantes do seu veículo, além de todos os opcionais que o mesmo possui. Muitas vezes os vendedores se esquecem de incluir informações como ar condicionado, freios ABS e air-bag e isso acaba afastando prováveis compradores que encontram outro veículo igual com esta descrição.

O vendedor deve incluir, também, toda e qualquer personalização ou tratamento que fez no carro, como, por exemplo, um polimento.

3 – Faça uma revisão antes da venda

É imprescindível que o vendedor faça uma revisão antes da venda do seu veículo nos itens principais do mesmo (óleo, freios, pneus e elétrica). Desta forma, a venda não ocorrerá apenas de uma forma rápida como, também, definitiva, pois o comprador não irá reclamar de possíveis problemas – salientamos que mesmo não existindo na legislação brasileira nenhuma regulamentação quanto a este fato entre pessoas físicas o comprador poderá comprar por eventuais consertos na Justiça.

4 – Fique atento a documentação

Este é um dos passos mais importantes, pois é necessário lembrar que ambos (comprador e vendedor) devem assinar a “Autorização para Transferência de Propriedade Veicular” que se encontra atrás do CRV (Certificado de Registro de Veículo) ou DUT (Documento Único de Transferência), como é mais conhecido.

Além disso, só assine o documento após certificar-se que o valor acordado entre as partes pela venda do veículo já está depositado e não esqueça de preencher todos os dados no verso do CRV e reconhecer a firma em catório.

Leia o post anterior:
COMO FAZER UMA CARTA DE APRESENTAÇÃO
COMO FAZER UMA CARTA DE APRESENTAÇÃO

COMO FAZER UMA CARTA DE APRESENTAÇÃO - Se você pretende voltar ao mercado de trabalho, é preciso recorrer a boas...

Fechar