CUIDADOS COM TABELINHA PARA ENGRAVIDAR

Publicado em: Saúde
data 08.09.2015

Entre os métodos anticonceptivos, ou seja, para evitar a gravidez, o método da tabelinha seria o mais tradicional e também o mais natural, por não precisar de remédios ou até de camisinha para garantir a proteção. Mas será que você precisa de cuidados com tabelinha para engravidar?

CUIDADOS COM TABELINHA PARA ENGRAVIDAR

É possível se prevenir de olho na tabelinha, e você até deve fazer isso, pois é uma forma de estar ciente das alterações hormonais do seu corpo, podendo prever até a próxima menstruação. Mas alguns cuidados são necessários para que o método dê certo e você não se arrisque à toa.

Veja quais são os cuidados com tabelinha para engravidar

1. Como funciona

O método da tabelinha, que também pode ser chamado de método do calendário, consiste numa prevenção totalmente natural, sem empregar nenhum material ou remédio. Ou seja, você tem relações sexuais sem usar camisinha ou tomar anticoncepcional, com o detalhe de se abster disso nos dias em que está no período fértil, quando acontece a ovulação.

Para determinar o dia provável da sua ovulação, é preciso que a mulher conheça o seu corpo, anotando as mudanças do seu ciclo menstrual. Para isso, é preciso avaliar, por oito meses, os dias de sua menstruação e quantos dias dividem cada um deles.

A ovulação ocorre sempre 14 dias antes do início de cada ciclo menstrual. O 14º dia é o mais fértil, claro. Mas é preciso evitar relações também nos quatro dias que o antecedem e nos quatro dias que o sucedem. É comum fazer essas anotações em um calendário, na agenda, ou mesmo montar uma tabela.

2. Como pode dar errado

Assim como os métodos anticoncepcionais criados pela ciência, como a pílula e a camisinha, o método da tabelinha pode falhar. Mesmo quem tem a menstruação bem regulada pode ser enganada pela tabela alguma vez no mês. Além disso, o 14º dia após o ciclo menstrual é o mais fértil, mas isso não quer dizer que o seu corpo não possa estar fértil em outros dias por outros motivos. Até a sua alimentação pode influenciar nisso sem que você saiba.

3. Melhor prevenir

Você pode se arriscar no método da tabelinha não tendo 100% de certeza que vai funcionar todos os meses. Mas também não custa se prevenir, não é? Lembre que é importante que você saiba como funciona seu corpo e registre tudo na tabelinha. Tente adicionar a esse acompanhamento ao menos um dos métodos contraceptivos mais tradicionais, só para garantir, já que você está tomando todas essas precauções para não engravidar. É uma forma de fortalecer a proteção.

Além disso, eles oferecem outros benefícios. A camisinha te protege de doenças sexualmente transmissíveis, enquanto a pílula vai ajudar a manter a sua menstruação muito bem regulada todos os meses, e pode ainda diminuir as cólicas.

Não se esqueça de se informar direitinho sobre as características de cada método antes da aplicação.

 

Leia o post anterior:
APRENDA LIMPAR A MEMORIA DO SEU CELULAR
COMO LIMPAR A MEMÓRIA DO CELULAR

COMO LIMPAR A MEMÓRIA DO CELULAR - Cada vez mais as pessoas possuem pelo menos um celular, mesmo que seja...

Fechar