DICAS PARA PREVENIR ATAQUES CARDÍACOS

Publicado em: Saúde
data 05.09.2015

É possível viver em prol da prevenção de um problema que está entre os maiores causadores de morte do mundo moderno: os ataques cardíacos. Embora não seja possível mudar alguns fatores de risco, como histórico familiar, sexo ou idade, você pode contribuir para uma vida mais longa e cada vez mais distante do risco de ter um ataque cardíaco, se viver de forma saudável e preventiva, cuidando de sua saúde e fazendo de tudo para evitar doenças cardíacas. Levando isso em conta, veja as principais dicas para prevenir ataques cardíacos.

DICAS PARA PREVENIR ATAQUES CARDÍACOS

Confira dicas para prevenir ataques cardíacos

1. Abandone velhos hábitos… e vícios

O cigarro é um dos principais fatores de risco para desenvolvimento de doenças cardíacas, e é um hábito que você pode se desapegar para evitar. O tabaco pode danificar o coração e os vasos sanguíneos, causando o estreitamento das artérias, ou a aterosclerose, como chamam os especialistas. A atoresclerose é o que pode levar a o indivíduo a ter um ataque cardíaco.

Além disso, o cigarro provoca também problemas respiratórios, que consequentemente podem virar problemas cardíacos, por causa do monóxido de carbono presente na fumaça do cigarro, que substitui parte do oxigênio do sangue, causando o aumento da pressão arterial, e fazendo o coração ter que trabalhar dobrado para trabalhar, o que o torna mais fraco.

Para se livrar completamente dos riscos de acarretar a atoresclerose, é preciso abandonar completamente o vício do cigarro. Fumar menos, ou preferir opções de composições “mais leves” não vai fazê-lo livre de problemas cardíacos no futuro. Depois que parar de fumar completamente, o risco de adquirir uma doença cardíaca cai drasticamente no período de um ano, não importa quanto tempo você já fumou na vida.

2. Comece uma rotina de exercícios

A recomendação é de, no mínimo, 30 minutos de exercícios duas vezes por semana. Para quem não tem o hábito de se exercitar, é um bom começo. Depois, é possível aumentar a rotina de atividades de acordo com o seu progresso. Para tanto, é importante ter um profissional acompanhando seu desenvolvimento. Mas o importante é se movimentar, e se manter em movimento.

Os exercícios físicos ajudam a manter seu peso em equilíbrio, ou até a perder se for necessário, e ainda administra sua pressão arterial, colesterol e diabetes, além de reduzir o estresse, outro fator causador de doenças cardíacas.

3. Dieta nutritiva é fundamental

Não basta só perder peso. É preciso fazer isso com dietas saudáveis, fundamentadas em todas as vitaminas que o corpo precisa. Nada de dietas malucas para emagrecer rápido! Para fugir de ataques do coração, prefira alimentos com baixo teor de gordura, colesterol e sal. Dê prioridades a frutas, vegetais e grãos integrais. O feijão, a carne vermelha e alguns tipos de peixe também são aliados.

Agora mude seus hábitos para evitar ataques cardíacos.

Leia o post anterior:
O QUE E DOENCA CELIACA
O QUE É DOENÇA CELÍACA

A doença celíaca, ou enteropatia glúten-sensível, é uma enfermidade que é caracterizada pela sua cronicidade e acarreta vários prejuízos a...

Fechar