Modificações Físicas – Parte l

Publicado em: Saúde
data 15.08.2012

Modificações Físicas – Parte l

Antes de qualquer coisa recomendo que leiam o seguinte artigo para entender melhor: Gerontologia – Introdução

Sistema Nervoso

Com o envelhecimento a estrutura e a função dos sistemas nervosos modificam-se. A redução das células nervosas provoca uma diminuição progressiva na síntese e no metabolismo dos principais neurotransmissores. Os impulsos nervosos são conduzidos de forma mais lenta entre os neurônios produzindo uma demora nas respostas e nas reações. A isquemia cerebral gera alterações no equilíbrio interferindo na mobilidade e na segurança. Essas alterações ocorrem principalmente porque há uma redução no fluxo sanguíneo cerebral.

Sistema nervoso

Sistema Sensorial

Essas mudanças afetam todos os órgãos sensoriais e podem levar ao aborrecimento, confusão, irritabilidade, desorientação e ansiedade e impedir a pessoa de enxergar para ler ou ver televisão, de participar de uma conversa ou se comunicar, ou de perceber o paladar de um alimento. A partir da quinta década de vida as pessoas começam a apresentar alterações visuais devido à mudança do cristalino, que se torna menos flexível, amarelado e turvo. A pupila dilata-se mais lentamente e de forma menos completa por causa da rigidez aumentada dos músculos da íris levando o idoso a demorar mais tempo para adaptar-se às mudanças de luminosidade no ambiente. Nessa fase, os óculos são muito comuns principalmente como auxiliares para leitura. Pode-se notar também uma maior incidência de distúrbios visuais patológicos, como, por exemplo, a catarata, o glaucoma, a degeneração muscular senil e a retinopatia diabética.

A perda da audição associada à idade é atribuída às alterações do ouvido interno fazendo com que a pessoa idosa participe menos das conversações, responda às perguntas de forma imprópria, compreenda erroneamente alguns diálogos e dessa forma edite a interação social. Esse comportamento pode, muitas vezes, ser interpretado como confusão.

Sistema sensorial

Sistema Cardiovascular

As doenças cardiovasculares são as causas mais importantes de morte no idoso. Os vasos e o músculo cardíaco perder a elasticidade, as válvulas cardíacas tornam-se mais espessas e rígidas. Embora a função seja mantida sob circunstâncias normais, o sistema cardiovascular apresenta uma reserva diminuída e responde com menos eficiência e estresse. A hipertensão tem se mostrado como um fator de risco grave em todas as idades, principalmente nos idosos por ser mais frequente e por levar ao acidente vascular cerebral (AVC) ou às disfunções cardiovasculares como arritmias, insuficiência cardíaca congestiva (ICC), aterosclerose e infarto do miocárdio.

Continuação: Modificações Físicas – Parte ll

Leia o post anterior:
O QUE E GASTRITE NERVOSA
O QUE É GASTRITE NERVOSA

Sabe o que é gastrite nervosa? A inflamação nas paredes do estômago caracteriza a gastrite nervosa, provocando uma sensação de...

Fechar