POR QUE ENJOAMOS COM O MOVIMENTO DO CARRO, BARCO E AVIÃO

Publicado em: Geral
data 13.03.2013

As vítimas mais frequentes de enjoo em barcos, carros, ônibus e aviões são as mulheres, os idosos e as crianças até aos 12 anos. Esse fenômeno acontece porque o cérebro registra movimentos através dos três sistemas: somatosensorial, visual e vestibular. O somatosensorial fornece dados sobre a posição do corpo, o visual faz o papel periférico e o vestibular transmite a informação sobre a posição da cabeça. Qualquer mudança nas informações passadas por um desses três sistemas fisiológicos fará com que o corpo apresente algumas reações que podem ser traduzidas em náuseas, vômitos e vertigem.

PORQUE ENJOAMOS COM O MOVIMENTO DE CARRO, AVIAO E BARCO

Além da vertigem o corpo reage com a palidez, salivação, tonturas e dores de cabeça. Todas as pessoas estão sujeitas a essa reação. Porém existem muitas maneiras de evitar ou prevenir os enjoos. Por exemplo, se fixar a vista no horizonte e manter o veículo arejado a probabilidade de passar mal será menor. A escolha do local apropriado para ficar no barco, como a polpa, por exemplo, também pode ajudar. Ao andar de carro, o banco do passageiro é o melhor local para se reduzir o enjoo. No avião, o lugar apropriado é sem dúvida, o mais próximo às asas. No ônibus, os lugares da frente são os melhores.

Confira outras dicas para amenizar esses sintomas: durma bem na noite anterior; evite bebidas alcoólicas; evite cafeína, gorduras e não deixe de comer alimentos leves antes de fazer uma viagem; evite ficar no interior do barco, prefira a parte externa; respire fundo e tente relaxar; escolha um local apropriado e desfrute da viagem; não se concentre na hipótese de ficar enjoado. A ingestão de remédios apropriados para enjoos também é indicada. Os sedativos neste caso não são recomendados porque a pessoa irá deixar de aproveitar o passeio.

Leia o post anterior:
COMO LIGAR GRATIS DE VIVO PARA VIVO
COMO LIGAR GRÁTIS DE VIVO PARA VIVO

COMO LIGAR GRÁTIS DE VIVO PARA VIVO - Quem achar que a publicidade já encontrou todos os lugares possíveis para...

Fechar