RACIONAMENTO DE ENERGIA NO BRASIL

Publicado em: Geral
data 19.03.2014

RACIONAMENTO DE ENERGIA NO BRASIL – A preocupação dos brasileiros torna-se cada vez mais frequente ao tratar-se de energia elétrica, afinal o país está passando por várias quedas e falta deste serviço em diferentes regiões, cidades e estados.

RACIONAMENTO DE ENERGIA NO BRASIL

Motivo do racionamento de energia

O principal motivo para o racionamento de energia no Brasil é a falta de chuvas e a má gestão do setor energético, sendo que estes dois fatores geram não somente o racionamento de energia, mas também o desabastecimento da mesma e até de outro serviço útil para os brasileiros: o gás.

É possível constatar que o racionamento de energia elétrica ocorre porque as hidrelétricas estão gerando menos energia do que sua capacidade, devido a pouca água que está disponível para conseguir fornecer e suprir as necessidades de todos os brasileiros, com reservatórios baixos, constatando menos de 30% do total.

Com a falta de chuvas, pode-se esperar que os reservatórios somente diminuirão ainda mais com a utilização para produção de energia elétrica, com níveis pluviais bem menores em relação aos anos passados, além das temperaturas altas que não contribuem para tal.

Alerta da Petrobrás

Para atentar todos os brasileiros sobre a situação atual do país em questão de energia elétrica, a Petrobrás indicou um alerta válido principalmente para o Rio de Janeiro e para São Paulo, pedindo auxílio para a criação de um planejamento de racionamento de energia elétrica e gás.

Onde é gerada a energia?

Visando evitar apagões e falta de energia elétrica e gás para os brasileiros, as empresas termelétricas foram acionadas, permitindo gerar a energia com toda a capacidade possível para que a distribuição possa ocorrer de forma aproximada com o que acontece tradicionalmente, ainda que, em alguns locais, seja inevitável a falta de energia por algumas horas, pois ainda não é capaz de suprir as necessidades de determinadas cidades e regiões.

As térmicas foram ligadas para a distribuição de energia elétrica e estão sendo alimentadas por gás, carvão ou óleo, sendo que, destas três opções disponíveis para gerar energia, o gás torna-se o mais barato e limpo.

O Brasil ainda importa o gás liquefeito, porém a importação deste insumo torna-se cada vez mais difícil, o que faz com que haja a necessidade de recorrer às empresas estatais para que o abastecimento das térmicas e geração de energia possa prosseguir, procurando diminuir os malefícios da população, com muitas residências já afetadas pelo racionamento de energia elétrica.

Leia o post anterior:
CUIDADOS QUE DEVEMOS TER COM O MAR
CUIDADOS QUE DEVEMOS TER COM O MAR

CUIDADOS QUE DEVEMOS TER COM O MAR - A maioria das pessoas aproveitam as férias na praia, consequentemente no mar,...

Fechar