MERCADO DE TRABALHO PARA JORNALISMO

Publicado em: Empregos
data 01.03.2019

MERCADO DE TRABALHO PARA JORNALISMO

O mercado de trabalho para jornalismo é amplo, sendo que o profissional que se forma nesse curso pode atuar em jornais, emissoras de televisão, revistas, rádio, internet e como assessor de imprensa na comunicação corporativa. No entanto, é uma área quase saturada, pois existem atualmente mais de 80 mil profissionais.

Além disso, com a inovação dos meios de comunicação, cada vez mais se precisam de menos profissionais para desempenhar uma atividade.Já para exercer a profissão, o diploma do curso superior não é mais obrigatório. Porém, algumas empresas de comunicação preferem profissionais com formação superior.

A profissão de jornalista é regulamentada pelo Decreto nº 83.284, de 13 de março de 1979. O salário inicial pode variar de R$ 900 a R$ 2,5 mil, o que varia de acordo com a região do país onde se atua. Em alguns anos de profissão, o jornalista pode receber até R$ 7 mil, se conseguir uma vaga em um grande veículo de comunicação, onde possa crescer na carreira.

Já jornalistas que atingem a posição de editores, redatores-chefes, coordenadores ou diretores em veículos de comunicação, no auge da carreira, podem receber até R$ 20 mil. Mas para chegar a esse ponto, é preciso passar pelo início da profissão, quando o recém-formado, normalmente, atua como repórter.

Essa atividade já pode ser desempenhada no próprio estágio, com a diferença que ao ser estagiário o estudante de jornalismo não assina as matérias.

Mais informações sobre o mercado de trabalho para jornalismo

Chegar ao auge da carreira vai depender das funções que o jornalista desempenhar ao longo dos anos de trabalho. Alguns profissionais se tornam famosos por estarem em evidência nos veículos de comunicação e se tornam formadores de opinião. Isso pode ser atingido com apenas 12 anos de profissão.

Embora o jornalista, de forma geral, deva dominar diversos assuntos, alguns profissionais preferem se especializar em alguma área, o que em geral ocorre depois da graduação, já que o curso superior é um apanhado geral. Isso ocorre em especial com os jornalistas que optam pela docência nas universidades, ao realizarem o mestrado e o doutorado, exigido para se tornarem professores, quando aprofundam os estudos em um tema.

Mesmo quem não opta pela docência pode se especializar em uma área, ainda mais se atua em um grande veículo de comunicação e, assim, escreve apenas para uma editoria. Em pequenos jornais, o jornalista deve escrever para todas as sessões.

Muitas vezes, por interesse pessoal, ele realiza especializações e cursos para aprofundar os seus conhecimentos. Muitos jornalistas preferem se dedicar a outras áreas da comunicação ao longo de suas carreiras, inclusive, as relacionadas às artes, como o cinema, literatura, artes cênicas e outras. A redação web é um campo em evidência atualmente e pode favorecer muitos projetos.

Leia o post anterior:
WWW.PROVOUGOSTOU.COM.BR - CADASTRAR 2013 NA PROMOÇÃO AVIÃO DO FAUSTÃO - PROVOU GOSTOU VIDA DE ESTRELA
WWW.PROVOUGOSTOU.COM.BR – CADASTRAR 2013 NA PROMOÇÃO AVIÃO DO FAUSTÃO – PROVOU GOSTOU VIDA DE ESTRELA

WWW.PROVOUGOSTOU.COM.BR - Quem deseja ganhar um avião de prêmios pode começar a participar da promoção Provou Gostou - www.provougostou.com.br, que...

Fechar