PENSÃO ALIMENTAR – COMO FUNCIONA

Publicado em: Dicas
data 15.07.2013

PENSÃO ALIMENTAR – COMO FUNCIONA – Quando um casal decide passar para formarem uma família, nunca pensam em uma futura separação, mesmo porque o casamento ocorre pela certeza de um sentimento muito nobre naquele momento, o amor. Com o tempo o casamento pode se desgastar e esse mesmo casal pode acabar em uma separação.

PENSÃO ALIMENTAR - COMO FUNCIONA

Quando existe filho envolvido, o processo de separação é muito mais complicado e doloroso. O desentendimento pode acontecer a partir do momento que o assunto pensão alimentícia entra em questão. Vamos entender um pouco como isso funciona?

Quem paga a pensão é sempre o pai

Isso não é verdade. A pensão alimentícia pode ser pedida tanto pela mãe como pelo pai da criança. Quem vai definir isso é o juiz quando também define quem vai ficar com a guarda da criança e consequentemente, com as despesas. Os cálculos são feitos a partir dos gastos com saúde, educação, alimentação e gastos suplementares.

A falta de pagamento da pensão alimentícia pode levar à prisão

Isso é verdade. O cônjuge que fica responsável pelo pagamento da pensão alimentícia não pode falhar com suas responsabilidades, pois, nesses casos, ele pode ser levado à prisão acusado de débito alimentar. O crime por não pagamento de pensão alimentícia é considerado legal a partir do atraso da terceira parcela sequencial

A pensão alimentícia é sempre paga em dinheiro

Não é verdade. O pagamento é feito por depósito de acordo com o valor atribuído pelo juizado, mas os valores podem ser abatidos quando o cônjuge que paga a pensão fica responsável por pagar escola, plano de saúde e até mesmo viagens e roupas dos filhos.

É possível mudar o valor da pensão

Verdade. Se depois de alguns anos o cônjuge responsável pela guarda da criança comprovar que o valor estipulado pelo juiz não está suprindo todas as necessidades básicas do filho, este pode abrir outro processo para alteração de valor. Caso seja realmente atestado, o valor é alterado. O mesmo vale para o cônjuge que paga a pensão, quando comprova que o valor gasto com a criança é bem inferior do valor estipulado pelo juiz.

Leia o post anterior:
COMO ADAPTAR ANIMAIS EM CASA NOVA
COMO ADAPTAR ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO EM CASA NOVA

Quando um animal precisa mudar de local, todas as suas referências se anulam, ou seja, seu cheiro, seu território, os...

Fechar